As comunidades ciganas em Portugal

“Falareis de nós como de um sonho”, reportagem de Nuno Vieira e Joana Almeida Silva. «É cigana, solteira aos 19 anos, tem mais do que a quarta classe, e é a dinamizadora do bairro de Santa Tecla, em Braga. Vanessa está integrada no projecto “Geração Tecla”, desenvolvido pela Juventude da Cruz Vermelha de Braga, ao abrigo do Programa Escolhas. É ela quem todos os dias de manhã vai de porta em porta perguntar às famílias se as crianças vão à escola. Neste bairro social, 41% da população é de etnia cigana.»   >ver vídeo


Desenterrando a história do Bairro das Pedreiras: Perseguições históricas, apartheids contemporâneos, Ana Rita Alves e Piménio Ferreira, Jornal Mapa, 2018/01/10. Uma «breve história da perseguição organizada na Europa a partir do século XIII», seguida de uma «breve história da perseguição organizada em Portugal a partir do século XX».     >ler artigo


O cemitério dos vivos, por João Carlos Malta (texto), Teresa Abecasis (fotos), Reportagem Renascenta, Junho 2016. «(…)Em 2006, quando foi erguido, esperava-se que com a substituição da madeira das barracas pelas pedras das novas casas parte substancial do problema ficaria resolvido. Não ficou. Não bastou só mudar o embrulho aos problemas.»  >ler artigo


Ciganas com um pé na tradição e outro na universidade, por Céu Neves, Diário de Notícias, 16 de setembro 2017. «São ciganas no ensino superior, das primeiras, querem servir de exemplo à comunidade para que as suas histórias deixem de ser notícia. Têm idades e experiências de vida diferentes, com o mesmo respeito pelos hábitos da etnia. Assim entendem a integração.»    >ler artigo


Filipe Nunes, Alentejo Cigano: a Feira de Castro, Revista Alambique nº4, 2012.  >ler artigo


Ciganos portugueses são os mais pobres da Europa, Jornal i, 27 de fevereiro de 2016.    >ler artigo